26.5.06

Um festival... de poetas pelos cantos

Ontem fui ao Femucic e vou ter que relatar aqui os acontecimentos.
Peguei o Ônibus, até aí tudo normal, o dia tinha sido cansativo no trabalho e quando cheguei ao Callil ainda eram sete horas, o evento estava marcado para as oito e meia. Resolvi ver a mostra de arte e posso dizer é incrível, alguns quadros são perfeitos, os traços as cores, alguns saltam aos olhos, parece que vão cair no chão. Fiquei meia hora lá. Faltava ainda uma hora.

Fui e me sentei numa mureta de frente com o café do teatro, fiquei vendo as pessoas que chegavam e se instalavam nas cadeiras, ou ficavam apenas conversando de pé. Naquele momento já senti que a noite seria diferente, existia algo no ar, e era a poesia. Tudo naquele momento era poético, o vapor do café que eu tomava, as bandas que iam se apresentar que estavam chegando, as conversas no café, o casal de namorados sentados a minha frente eram imensamente poéticos. Tudo naquele momento era poesia.

Quando dei por mim, faltavam 15 minutos para começar a apresentação, fui para a minha poltrona numerada(justo eu que sempre vou de arquibancada), e fiquei vendo a entrada das pessoas, e isso também foi poético, velhos e crianças, casais, jovens, todos esperando a música. E ela chegou.

Apagaram-se as luzes e começou o show. Conforme os participantes iam entrando no palco, a sensação de viver algo cultural, poético, sublime, crescia mais, podia-se ver nas canções, nas letras, nas interpretações, que cada participante era poesia pura. Eles na verdade eram as músicas que tocavam, era claro em seus rostos a felicidade em cantar.

Algumas músicas me tocaram profundamente, a “Loba” que apresentou a música Biel, foi uma delas, A musica “perola” também é linda, e a música Relógio alucinógeno da Zero Bhala também foi impecavel, em suma todos foram perfeitos.

Os maringaenses também fizeram bonito, uma coisa me chamou muito a atenção, na entrevista da Banda Zero Bhala, o vocalista Guilherme e o baixista Ben Hur, falaram sobre o cenário musical maringaense, sobre as bandas, os estilos, e terminaram de uma maneira brilhante, dizendo que em Maringá existe talento, existe disposição, mas não existe financiamento, e que eles(as bandas de Maringá) não querem esmolas, só querem apoio necessário para mostrar sua arte.

Para terminar, deixo aqui o convite, O Femucic vai até sábado, vale a pena conferir, sentir a música e a poesia que dominam o lugar.

25.5.06

Dica de Site

Hoje vai uma dica para quem gosta de cinema, quadrinhos, música e televisão, www.omelete.com.br.

O site, trata dos assuntos, sempre de forma engraçada e abrangente, trazendo novidades e informações para todos os gostos.

Em virtude da estréia do Filme X-men 3, o site está disponibilizando uma série de especiais sobre os mutunas.

Boa navegação!

24.5.06

"Ler é legal!!!"

Um projeto de incentivo a leitura está sendo desenvolvido pelas Bibliotecas Públicas de Maringá, chamado "ler é legal, o projeto vai usar de grupos de leitura, contadores de histórias, visitas programadas as Bibliotecas, tudo para tentar aumentar a leitura de nossos jovens e adultos.

Desde a invenção da escrita o homem relata, suas histórias, seus feitos e fantasias nos livro. A leitura resgata essas histórias, trabalhando com a Imaginação, raciocinio, percepção e imaginação. Enquanto que a Televisão entrega a tudo "mastigado", sem que o telespectador tenha que pensar.

Por isso vá a Biblioteca, leia um bom livro, um jornal, uma revista, um gibi, mas não deixe de exercitar o cerebro.

As bibliotecas Públicas de Maringá funcionam das 08 às 18 horas, para maiores informações visitem http://www.maringa.pr.gov.br/bibliotecaspublicas/

Agradecimento

Gostaria de agradecer ao camarada Paulo, que fez uma propaganda sobre o blog no factorama. E gostaria de agradecer os comentários e críticas, tentarei sempre melhorar.

23.5.06

Um Minuto de Cultura...

Pois é, estamos as vespéras de mais um Femucic, o que me fez pensar a cultura maringaense, e posso dizer que não foi uma cena bonita de se pensar.
A Cultura maringaense espera o tiro de misericordia a algum tempo, e pra ser sincero acho que esse tiro não demorará muito. Talvez venha até neste Femucic.
Notem que, a Cidade é bem servida de teatros, O Callil Haddad é moderno, bonito, não perde para nenhum teatro do Brasil, ainda temos o Teatro Marista, e os Teatros Barracões, existem grupos teatrais, com projetos, aulas, peças, mas que não são valorizados e não recebem o apoio financeiro adequado para existirem. Ainda temos Vários grupos folclóricos, o potuguês Os Lusíadas, o Ucraniano Verkovena, o Alemão Grüne Stadt, e o parafolclorico Fogança.Sem contar o número de universitários em nossa cidade, estudantes que podem contribuir muito com a cultura.
Em suma, fica uma súplica, para que não atirem na coitada da cultura, tentemos dar mais um chance a ela, ajudá-la a levantar, financiar, criar ONGs, ou projetos para o aumento da verba de cultura, depende de nós, e dos politicos que a cultura maringaense sobreviva... ou criaremos "rebeldes".

18.5.06

Dica de leitura

"Para viver um grande amor" de Vinicius de Moraes foi publicado em 1962, é uma coletânea de Crônicas e Poesias do Poetinha. Para quem Gosta de Boa poesia, de uma boa leitura, é uma ótima pedida pra essa época de friozinho. Quem se interessar pode encontrar o livro na Biblioteca Municipal ou no site www.viniciusdemoraes.com.br

17.5.06

Nota rápida sobre cinema

A Fox está investindo alto na promoção de X-men 3 - O confronto final, praticamente todos os dias na tv americana passa um comercial sobre os mutunas, hoje foram divulgados na internet mais 20 clipes do filme que estréia dia 26 deste mês.

quem quiser conferir os "spots" entre no site www.omelete.com.br

Parece que o filme vai agradar aos fãs da série de Hqs, apesar de algumas alterações, o Filme será bem fiel aos gibis, explosões, sentinelas, um Hugh Jackman cada vez mais perfeito como Wolverine, e alem de tudo um conteúdo social muito bem colocado em nossa sociedade, fazem do filme uma das grandes promessas de 2006.

16.5.06

Femucic

Femucic chegando, o jornal O diário está levantando a bola dos participantes Maringaenses do festival.
Hoje a matéria do jornal foi sobre a banda Zero Bhala, quem quiser conferir, aqui está o link http://www.odiariomaringa.com.br/noticias_diver.php?not=41870&ed_ant=

Sobre esta banda eu mesmo posso escrever algumas coisas. Conheço os integrantes da banda, fiz faculdade com um deles(apesar de que desistimos os dois do curso), sempre acompanho a banda e posso dizer que a cada nova apresentação eles estão melhores.

A ZB diz que seu estilo musical é o MPB progressivo, uma mistura de Pink Floyd e Chico Buarque. A música que eles apresentarão no Femucic é Relógio alucinógeno, criada a partir do poema "Stop" de Carlos Drummond de Andrade, segue a linha da maioria das músicas da Banda, criadas para o Cd que logo lançarão, a temática das músicas é o sim e não, e desilusões amorosas.

Vale a pena confirir, não só a Zero Bhala, mas todas as Bandas que se apresentarão, pois outro festival como esse só daqui a um ano...

Zero Bhala se apresentará no dia 25 de maio no Femucic
e no Asterisco Bar no dia 26